Menu Categorias
Mogi das Cruzes – SP

Mogi das Cruzes – SP

Orquidário Oriental.

Um Refúgio Para Vivenciar a Beleza e o Encanto das Flores.

Mogi das Cruzes está localizada na região metropolitana de São Paulo. O município conta com cerca de 420.000 habitantes.

É também o maior e mais desenvolvido município da Região do Alto Tietê.

O nome vem do tupi M’Boiji, rio que Serpenteia – referindo-se ao Tietê – que em seu curso cruza o município.

Mogi das Cruzes começou como um povoado, por volta de 1560, servindo como um ponto de repouso aos bandeirantes e exploradores indo e vindo de São Paulo, entre eles Brás Cubas.

Gaspar Vaz Guedes foi responsável pela abertura da primeira estrada entre a capital e Mogi, iniciando o povoado, posteriormente elevado à “Vila”, com o nome “Vila de Sant’Ana de Mogi Mirim”.

O fato foi oficializado em 1º de setembro de 1611. Em 13 de março de 1865 foi elevada à cidade.

Mogi das Cruzes acolhe colônias de todos os cantos do mundo, com destaque especial para a colonização japonesa, com uma grande quantidade de japoneses e seus descendentes, aproximadamente 20%, segundo a prefeitura, que já estão em sua terceira geração. Além disso, o município possui uma considerável população nordestina.

Mogi das Cruzes tem uma economia muito diversificada. Possui uma agricultura muito forte: é o maior polo produtor de hortaliças, cogumelos, caqui, orquídeas e nêsperas do Brasil.

Por outro lado é uma cidade que vive uma expansão industrial forte, com 891 indústrias, entre elas a General Motors, a Valtra, uma das maiores fabricante de tratores agrícolas do Brasil, a Imerys do Brasil e a Gerdau.

Atrações

Um levantamento feito pela prefeitura constatou que o município tem cinco atrações turísticas naturais: Pico do Urubu (Serra do Itapeti), Parque Centenário (César de Sousa), Parque Leon Feffer (Brás Cubas), Pedreira de Sabaúna e a Represa do Rio Jundiaí (Taiaçupeba). São locais de conhecimento dos habitantes locais, mas que não foram devidamente explorados.

O Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello – Chiquinho Veríssimo, na Serra do Itapeti, pode ser considerado um grande viveiro da flora e fauna nativas da Mata Atlântica.

Além dessas atrações naturais e parques, Mogi das Cruzes conta desde 13 de junho de 2009 com um “Expresso Turístico”. Trata-se de uma locomotiva da CPTM que puxa dois vagões fabricados na década de 1960, entre as estações da Luz e Mogi das Cruzes.

Outra atração muito procurada em Mogi das Cruzes é o Orquidário Oriental que  fica dentro de um sítio produtor de flores e algumas frutas de época. O sítio é um grande jardim onde se mistura árvores nativas, flores e frutas.

São cerca de 10 alqueires de terra que apresentam uma grande variedade de orquídeas, vasos e artesanatos.

Um passeio cheio de flores, beleza e tranquilidade.

 

Veja o vídeo e conheça um pouco mais sobre o Orquidário Oriental.

Compartilhe