Menu Categorias
Lapônia

Lapônia

Terra da Aurora Boreal e Papai Noel.

A Lapônia (Sápmi em lapão) é uma região no norte da Escandinávia, que abrange território de quatro países:Noruega, Suécia, Finlândia e Federação Russa(Península de Kola) e que corresponde à região onde habitam os lapões, ou Sami.

Cerca de 70.000 lapões vivem numa área de 390000 km², juntamente com suecos, noruegueses, finlandeses e russos.

A província mais setentrional da Finlândia é a Lapônia Finlandesa (Lappi em finlandês).

O clima é subártico e a vegetação é esparsa no extremo norte, enquanto que no sul aparece a floresta boreal. A costa oeste (na Noruega) é montanhosa mas tem Invernos mais suaves e mais precipitação que as planícies centrais e orientais. As temperaturas variam entre os 15 °C positivos no Verão e os -50
°C no Inverno.

Com uma densidade populacional de 3 a 4 habitantes por km², a Lapônia é escassamente povoada. O povo indígena, os lapões (sami), são de pequena estatura, braquicéfalos e falam um idioma fino-úgrico conhecido como Sami. Na Lapônia os Sami são uma pequena minoria.
A Lapônia é conhecida turisticamente pelo Sol da Meia Noite no Verão e pela Aurora Boreal no Inverno.

Pela tradição, é na Lapônia que reside o Pai Natal (Papai Noel no Brasil) e as suas renas.

A Lapônia também é a terra dos fiordes. Fiorde é uma grande entrada de mar entre altas montanhas rochosas. Os fiordes situam-se principalmente na costa oeste da península escandinava onde são um dos elementos geológicos mais emblemáticos da paisagem, e têm origem na erosão das montanhas devido ao gelo.

A região também é famosa pela pesca do bacalhau e do salmão, e é conhecida pelas montanhas e florestas a perder de vista.

A vegetação é basicamente formada por coníferas na zona sul. A fauna principal compreende alces, renas, águias, falcões, ursos, lobos, peixes diversos.

A Aurora Boreal é o fenômeno natural mais magnífico da Lapônia. São partículas oriundas do Sol, que geram o chamado “vento solar”, que ao carregarem os eletrões dos átomos de oxigênio e azoto da atmosfera geram efeitos coloridos. Para uma melhor observação, o céu deve estar limpo, sem nuvens, e será mais visível em noites de Lua Nova, no meio do Inverno.

Outro fenômeno natural é o Sol da Meia Noite. Devido à inclinação do eixo da Terra em relação ao eixo do Sol,a Lapônia, a norte do Círculo Polar Ártico passa até três meses no Inverno sem que haja claridade e até três meses durante o Verão sem que haja noite. As cores no céu transformam-se rapidamente. É de uma beleza fascinante e encantadora.

Os primeiros habitantes da Lapônia remontam a cerca de oito mil anos. Os “lapões” chegaram há quatro mil anos e com uma economia baseada na caça. Assim continuaram até ao século XVI quando se iniciou o pastoreio de renas. Foi nesta época que o Cristianismo chegou à Lapônia.

A agricultura teve o seu início apenas no século XIX, e até ao início do século XX não havia estradas nesta região. O transporte era feito por renas no inverno e por barcos ou a cavalo no verão.

Conhecer a Lapônia é viajar na imaginação e ver lendas se tornarem realidade…

Um lugar único onde a magia é real…

 

 

Veja o vídeo e conheça um pouco mais sobre a Lapônia.

Compartilhe